Posts Em Destaque

Cirurgias íntimas e a autoestima da mulher


As cirurgias plásticas íntimas estão entre as mais procuradas atualmente, e podem ajudar a melhorar a qualidade de vida de muitas mulheres.


Apesar de ser pouco divulgada, a cirurgia plástica íntima está entre as mais procuradas atualmente. Os procedimentos podem ser feitos tanto para fins estéticos, quanto para resolver problemas de saúde, e podem ajudar a melhorar bastante a qualidade de vida e a autoestima da mulher.


O primeiro passo para que mais mulheres deixem de se sentir desconfortáveis com sua própria intimidade é quebrar esse tabu! É necessário falar sobre as cirurgias plásticas na região vaginal e seus benefícios, desconhecidos por muitas mulheres que se sentem inseguras, insatisfeitas ou chegam até mesmo a sentir dor no momento da relação sexual.


A preocupação com a estética da região genital é uma das maiores motivações para buscar procedimentos de redução dos pequenos lábios vaginais e do monte de vênus, por exemplo.


Também existe uma procura pela perineoplastia, um procedimento estético que estreita a entrada da vagina. No entanto, alguns fatores clínicos também podem interferir no conforto íntimo feminino, e as cirurgias plásticas podem ser indicadas para esses casos.


Ninfoplastia

A mais procurada das cirurgias íntimas ainda é a ninfoplastia, ou labioplastia. Essa cirurgia é feita para reduzir os pequenos lábios vaginais, que são as dobras de pele/mucosa que ficam localizadas internamente em relação aos grandes lábios. Quando eles aumentam de tamanho, podem sobressair, ficando mais aparentes.


Além de poder ser esteticamente desconfortável para a mulher, gerando incômodos para se trocar, pra usar roupas justas ou mesmo em relação ao parceiro, esse crescimento desproporcional pode chegar a causar a obstrução mecânica ao ato sexual, causando dor e pequenos machucados. A cirurgia diminui e deixa os pequenos lábios vaginais mais simétricos, trazendo mais conforto e aumentando a autoestima da mulher.


Redução do clitóris

A glande do clitóris (parte exposta do clitóris) é pequena e protuberante, macia e muito sensível. O aumento do clitóris pode ser causado por alterações hormonais – o uso incorreto de anabolizantes, por exemplo, pode causar um grande aumento do clitóris, que é irreversível.


Além disso pode ocorrer dor local, deformidades e perda de prazer sexual. A cirurgia é delicada e atua reposicionando o clitóris e reduzindo seu tamanho.


Grandes lábios vaginais

Algumas mulheres perdem gordura nos grandes lábios vaginais no decorrer da vida. Essa gordura é responsável pelo preenchimento desses lábios e dá forma a eles. Com essa perda de gordura, eles ficam murchos e flácidos, e a cirurgia pode remodelar a região com enxertos de gordura (provenientes de lipoaspiração).


No entanto, assim como no caso dos pequenos lábios vaginais, algumas mulheres também podem se incomodar com um tamanho desproporcional, e uma cirurgia de redução pode ser feita.


A paciente precisa tomar alguns cuidados após a plástica íntima, como em qualquer outro procedimento cirúrgico. Após alguns dias, ela já pode voltar normalmente aos seus afazeres, com restrições a esforço físico e a relações sexuais, que devem ser evitadas por, no mínimo, 21 dias.


O acompanhamento deve ser feito pelo seu médico, mas é importante lembrar que toda cirurgia plástica deve estar atrelada aos seus próprios desejos em relação ao seu corpo. Seu corpo, suas regras!

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags